logo Escola Modelar Cambaba

Eventos

Pipa, passa anel, ciranda cirandinha, pula corda, esconde-esconde, cobra cega, peteca, amarelinha...
Essas são algumas brincadeiras populares ou folclóricas, que vão passando de geração para geração mantendo suas regras básicas de origem.

No dia 9 de julho, o 8º ano fez uma viagem no tempo e aportou no período imperial. Palácios, catedrais, jardins e outras construções nos recontaram histórias da realeza brasileira ainda presentes na cidade de Petrópolis.

Num mundo de magia, encantamento e cantigas que fazem sonhar é que começamos a desenvolver o tema do Festival de Poesias 2014 “Centenário de Dorival Caymmi”.

A brincadeira tradicional é uma das formas de se preservar a cultura de um povo. Esta representação cultural é importante para a construção da identidade social que foi tratada neste projeto de brinquedos folclóricos.

No dia 29/08, sexta-feira, os alunos do 6º ano tiveram uma aula de Matemática muito dinâmica e divertida. Cada um teve como o primeiro passo do desafio da atividade, revelar sua criatividade e preparar uma fantasia ligada ao tema de algum filme. Havia vários personagens e até diretores.

Um dos mais belos recantos de nossa Costa Verde, Paraty, juntamente com Picinguaba, reserva de mangue, floresta e restinga situada no litoral de São Paulo, receberam a visita dos alunos do 3º Ano da Escola Modelar Cambaúba.

Museu é um local diferenciado de experimentação de outras formas de sociabilidade, cidadania e possibilidade de sentir outras práticas culturais.
A Pré-Escola II vivenciou a arte primitiva moderna, através da visita cultural ao museu internacional de arte NAIF do Brasil.

A educação infantil é um espaço valioso para a formação de pedestres, futuros motoristas e, sobretudo, pessoas conscientes de seus direitos e deveres.

A turma do maternal I, vem vivenciando a leitura diariamente, apreciando as histórias com variados recursos: livros de tecido, dedoches, livros de plástico, fantoches entre outros.

O trabalho com receitas culinárias proporciona às crianças um contato frequente com essa tipologia textual de forma lúdica, divertida e contextualizada.