Live: Como cuidar das relações familiares em tempos de pandemia

A pandemia mudou nossas rotinas e tornou o convívio familiar mais próximo, o que embora seja positivo, estar mais tempo com as famílias pode gerar atritos e brigas.

 

Pensando nisso, hoje teremos uma live com a psicóloga e especialista em terapia de casais e família Cassia Martins Pereira e a psicóloga e pedagoga Lilian Paiva, com mediação da Andréa Magalhães, Psicóloga formada pela PUC RJ e Psicoterapeuta Cognitivo para uma live especial.

 

O tema será “Como cuidar das relações familiares em tempos de pandemia”

 

Não perca essa oportunidade de aprender como cuidar e melhorar as suas relações familiares. A live será às 19 horas, hoje. Esperamos você lá!

 

Essa é mais uma ação da Cambaúba em prol de uma vida melhor.

Dificuldades de Aprendizagem em Tempos de Covid

“Sair sempre que possível da rotina e seguir desenvolvendo funções executivas até o último dia de vida”. Esse foi o pensamento que permeou a terceira live do projeto “Diálogos com a comunidade”.

 

Com muita descontração e bom humor, a psicóloga e fonoaudióloga Rochele Paz – mestre e doutora em Psicologia do Desenvolvimento, professora titular do curso de Psicologia e do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e atual presidente da Associação Brasileira de Neuropsicologia (SBNp) – deixou de lado a sua coletânea de pós-doutorados e inumeráveis títulos para ter uma conversa franca com os participantes da live sobre “Dificuldades socioemocionais e de funções executivas, da Educação Infantil ao Ensino Médio”, que a Escola Modelar Cambaúba promoveu em dois encontros virtuais realizados nos dias quatro e 13 de abril no seu canal do YouTube.

 

Identificando-se como “uma mãe na pandemia” e “um ser humano entristecido” com toda a situação causada pela pandemia de COVID-19, a dra. Rochele preferiu dividir com os pais e profissionais da escola suas reflexões acerca de conceitos como atenção, memória, motivação, linguagem e leitura, que têm deixado tantos pais ansiosos e preocupados com o desenvolvimento da aprendizagem de seus filhos, devido às perdas inevitáveis que resultam do afastamento do ambiente escolar e das dificuldades que as famílias têm enfrentado para dar continuidade ao ensino de crianças e jovens em casa.

 

– Nós vamos ter que nos unir, pais e escola, para combater o que for possível num programa de contenção de danos, porque a gente não escolheu estar onde a gente está – afirmou a psicóloga, que também elogiou a iniciativa da escola de promover esse tipo de diálogo com a comunidade escolar.

 

Ao final, o diretor pedagógico Luiz Alberto Boing antecipou que em breve os pais poderão participar de outra live em que se discutirá o que é possível recuperar, em termos de currículo, ao longo dos próximos anos.

Área Do Associado